quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Recordando - Ford Maverick Centauro 1981.

   Bastou a Ford Brasil anunciar o fim do Maverick em 1979, para a empresa Decorauto Produções de Recife, iniciar seu mais novo projeto, o Maverick Centauro. O modelo tinha como idealizador Carlos Alberto Corrêa,  que visava uma reformulação no desenho do cupê, na esperança da Ford aprovar e resgatar a produção do modelo.


Apesar do projeto ter sido iniciado no mesmo ano em que o Maverick deixava o mercado nacional, o Centauro só foi apresentado em 1981, nas páginas da revista Motor 3. Fontes afirmam que o Maverick Centauro foi analisado por alguns engenheiros da Ford, mas no fim das contas, o projeto não foi aceito a ponto de retomar a produção do modelo.

Raras imagens dos Mavericks sendo preparados para a transformação.

 Aqui, já no processo de montagem.

Foram várias modificações na carroceria, novo conjunto frontal, novas linhas laterais com diminuição dos vidros, além da traseira mais inclinada que recebeu as enormes lanternas traseiras. Internamente o Centauro também se diferenciava do Maverick, com aplique em fibra, e mostradores embutidos, além do console que invadia até a região traseira. Os bancos também receberam modificações.

A dianteira trazia a tendência de muitos modelos norte-americanos.

Na lateral, os vincos ficaram mais altos, diminuindo as janelas traseiras.

As grandes lanternas retangulares traseiras tinham gosto duvidoso.

Na parte interna, o Centauro trazia aplique em fibra no painel, deixando o conjunto mais encorpado.

A crítica sobre este projeto nunca trouxe grandes adeptos, as linhas não caíram no gosto dos fãs do Maverick, onde comparavam o Centauro com uma cópia grotesca dos Pontiac Trans Am, e até mesmo dos Chevy Monza do inicio dos anos 80.

O Centauro foi comparado com o Pontiac Trans Am...

...e até mesmo com o Chevy Monza, ambos do inicio da década de 80. 

Por outro lado, alguns conseguiam ver inspiração nos Mustang daquela década, mas mesmo assim não foi suficiente para o projeto vingar, tornando-se um dos maiores fracassos já comercializados, traduzido em pouquíssimas vendas, onde estima-se menos de 30 unidades.

Sem esquecer o Mustang, que para muitos, serviu de inspiração ao Centauro. 

A grande verdade é que a frente em cunha, com quatro faróis retangulares foi tendência em vários modelos durante meados da década de 80.

Infelizmente as fotos de época do modelo são bem raras, mas vale a intenção. A Decorauto ficava na Av. Antônio de Goes, 604 - Recife.

Texto de Andre GeSSner
Imagens: Acervo Motor 3

3 comentários:

  1. Muito boa suas postagens
    Sobre Centauro

    ResponderExcluir
  2. eu moro em lagarto- se sou um feliz possuidor de um centauro,ja tive varios maverick mas esse foi o que marcou mais pelo fato de ser diferente e raro faço parte de um grupo chamado bolachakebrada.tel whats 79 999545328/participem

    ResponderExcluir
  3. Muito bem feito Parabéns só faltou alguns detalhes que a parte onde era feito aqui em São Paulo no Rio Pequeno o representante da marca Centauro na região sul terminou ficando e produzindo aqui a 3 fase do carro que é este amarelo Sagisfredo Camargo Neto e no final vendeu os moldes para o Rodao

    ResponderExcluir