sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Fast Post - Cobalt SS

Foi somente neste ano, de 2011, que várias pessoas conheceram o nome Cobalt em um veículo, sem saber que o mesmo foi um simpático cupê, e também sedan, norte-americano, e inclusive oferecido na versão SS. Separamos algumas fotos desse esse belo Super Sport para você, confira!


O modelo norte-americado lançado em 2004 como modelo 2005 teve uma vida curta na terra do tio-Sam, saindo de linha já na metade de 2010, dando lugar ao seu sucessor Cruze, agora também conhecido por aqui. Quando anunciado seu fim, as unidades rapidamente se esgotaram nas concessionárias, o que demonstrou certo carisma do compacto, apesar de alguns Recalls no período de vida.

Cobalt SS, versão sedan.

 Reparou na similaridade com o Astra na linha de cintura para cima? Principalmente na coluna 'C'.

Inicialmente, a versão SS de 2005 trazia um 2.4 supercharger, que logo foi substituído por um turboalimentado, pulando de 173 para 260 cavalos, em 2008, garantindo desempenho de 'gente' grande ao pequeno cupê. Sua plataforma foi bastante compartilhada, até por modelos de nome forte, como o Pontiac G5.


Em 2008, o Ecotec passa a ser turboalimentado, pulando para 260 Cavalos.

O modelo vendido aqui no Brasil foi desenvolvido para outros 39 países e não existe nenhuma ligação com o modelo norte-americano, que doou apenas o nome, pois são veículos totalmente distintos, sendo o nosso, do meu ponto de vista, um sedan "tiozão" com aparência desengonçada, longe do belo Cobalt oferecido nos EUA a poucos anos atrás.

Acabamento interno de primeira, além de um visual muito agradável.

Confesso que quando soube do Cobalt no Brasil me animei, achando que seria o modelo para substituir o Astra, mas aí ao ver um Cobalt totalmente diferente do já conhecido por mim, desgostei! Então para você que gostou do Cobalt nacional, lhe apresento o Cobalt SS norte-americano. Convenhamos, ele é ou não é infinitamente mais atraente que o nosso modelo?

No modelo Cupê, o visual é mais agressivo.

Destaque para o par de lanternas redondas e o aerofólio traseiro.



Texto de Andre GeSSner
Fotos: Arquivo

8 comentários:

  1. Execelente post amigo!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Realmente o Cobalt americano nao tem nada a ver com o brasileiro. O americano usava plataforma do Astra... o brasileiro usa plataforma do Corsa D...
    Ontem fiz o test drive no Cobalt brasileiro e a dirigibilidade dele é excelente, assim como o conforto. Mas, definitivamente, o carro é pesado para o 1.4 econo.flex... Que venha, no minimo, o 1.9.

    Entretanto, nunca terá a esportividade (e nem é de se esperar num sedan compacto familiar) que o Cobalt americano tinha... Para isso, devemos esperar pelo Cruze Hatch,

    ResponderExcluir
  3. O Brasil tá acostumado com merda, basta olhar para o Ágile, o carro mais feio atualmente!

    ResponderExcluir
  4. A Chevrolet brasileira só faz carro feio. Se me dessem um desses modelos "made in brazuca" botava pra vender na mesma hora.
    E o pior que venderia rápido, pois o brasileiro adora essa Chevrolet, basta olhar nas ruas, esses Corsas, Agiles e outras aberrações.
    Eta povinho.

    ResponderExcluir
  5. O Cobalt roda muito bem com seu motor 1.4
    Dirijam um Cobalt com o motor amaciado e verão que funciona muito bem

    ResponderExcluir
  6. Só queria entender porque tiraram as lanternas circulares, isso é charme da versão USA.
    Que idéia desinfeliz de trocar as lanternas.
    Só isso he he he....
    Êta nós!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque aquelas são da versão cupê, que não há no Brasil. O antigo Fiat Cupê também tinha lanternas desse tipo, lembra?

      Excluir